Translate

terça-feira, 28 de abril de 2015

Cubo nadador! - Ostracion cubicus (Linnaeus, 1758)



As formas geométricas estão presentes em uma diversidade de objetos e organismos. Não é difícil nos depararmos com animais de formatos que se enquadram quase perfeitamente nos padrões de objetos como círculos e quadrados. Dentre as espécies mais quadradas, ou melhor, cúbicas dos mares, está o peixe-cubo Ostracion cubicus (Linnaeus, 1758).

Ostracion cubicus (Linnaeus, 1758) (Tetraodontiformes: Ostraciidae)

Etimologia:
Ostracion = (do Grego, ostrakon), concha.
cubicus = cubo

-

Ostracion cubicus. Fonte: Bianca Vieira 2013.
Os peixes da espécie Ostracion cubicus, também são conhecidos como peixe-caixa-amarela, foram descritos por Carolus Linnaeus em 1758. A espécie faz dos peixes ósseos da família Ostraciidae, com a maior parte do corpo recoberto por placas hexagonais. A organização destas placas em forma de cubo é bastante peculiar no reino animal.

Ostracion cubicus possui cor geralmente amarelo-ouro com manchas negras. Todavia, sua coloração também pode variar para o marrom ou azulado conforme o indivíduo. Além disso, as manchas negras diminuem à medida que os peixes envelhecem. Seu corpo é caracterizado por uma carapaça fechada e sem fenda, além de uma nadadeira caudal ventral com dez raios principais. Ostracion cubicus pode atingir o tamanho de até 45 cm de comprimento.

O peixe-caixa-amarela habita recifes de corais com profundidades que podem variar de 1 a 40m. Alimenta-se de uma variedade de organismos dos fundos oceânicos, como moluscos, crustáceos, poliquetas, algas e peixes menores. Possuem mandíbula forte e grande, com dez dentes superiores e oito dentes inferiores.

Peixes-caixa-amarela são hermafroditas protogínicos, ou seja, as gônadas femininas são as
Ostracion cubicus. Fonte: Zoo de Schönbrunn 2010.
primeiras a se formarem, porém, com o tempo, as gônadas se transformam em masculinas. Desta forma, pode-se dizer que indivíduos mais jovens são fêmeas e indivíduos mais velhos são machos. Ostracion cubicus é uma espécie solitária que se junta a outros indivíduos durante a época reprodutiva para formar haréns. Cada harém pode conter de 2 a 4 fêmeas para cada macho.

Ostracion cubicus vive em ambientes marinhos tropicais e temperados dos Oceanos Pacífico e Índico. Também é encontrado na costa africana do Oceano Atlântico, bem como no Mar Vermelho e Mar Mediterrâneo. O gênero Ostracion inclui 8 espécies. Além de O. cubicus, são reconhecidas: Ostracion cyanurus Rüppell, 1828; Ostracion immaculatus Temminck & Schlegel, 1850; Ostracion meleagris Shaw, 1796; Ostracion solorensis Bleeker, 1853; Ostracion trachys Randall, 1975; Ostracion whitleyi Fowler, 193; e Ostracion rhinorhynchos Bleeker, 1851.

Ostracion cubicus possui ampla distribuição e é frequentemente capturado para criação em aquário. O estado de conservação desta espécie ainda não foi avaliado para verificar se há ameaças significativas a suas populações.
           
Referências
BARICHE, M. First record of the cube boxfish Ostracion cubicus (Ostraciidae) and additional records of Champsodon vorax (Champsodontidae) from the Mediterranean. Aqua vol. 17 no. 4 - 15 October 2011.
EMILY, C. E. FishBase. Disponível em: <http://fishbase.sinica.edu.tw/summary/SpeciesSummary.php?ID=6555&AT=Yellow+boxfish>. Acesso em: 21 de abril 2015.
21 de abril 2015.
WORMS. Ostracion Linnaeus, 1758, 2015. Disponível em:<http://www.marinespecies.org/aphia.php?p=taxdetails&id=219911>. Acesso em: 21 de abril 2015.

 Autoria: Nayara Chaves